Saldo do seguro desemprego pode ser consultado pela internet ou pelos postos de atendimento do MTE.

Saldo Seguro Desemprego

Para muitos brasileiros, o recebimento do seguro-desemprego significa mais do que receber uma assistência do Governo Federal por ter contribuído através dos impostos recolhidos nos salários mensais. Muitas vezes, o trabalhador vê no recebimento do benefício uma forma de assegurar o seu sustento por mais algum tempo até ele encontrar um novo emprego.

Uma das formas de consultar o saldo do seguro-desemprego é através do site do Ministério do Trabalho. Você só precisa digitar o número do cartão do PIS-PASEP.

Você também pode fazer a consulta através dos postos de solicitação do requerimento como Superintendência Regional do Trabalho e do Emprego, Gerência Regional do Trabalho e Emprego, Agências Regionais, ou mesmo em Postos Estaduais e Municipais do Sistema Nacional de Emprego (SINE). No site do Ministério do Trabalho é possível encontrar os endereços das agências do SINE e das delegacias regionais do trabalho da capital e do interior dos estados.

Na internet também há sites que fazem o cálculo do seguro-desemprego. Mas cuidado! Nem todos os sites são confiáveis.

Vale lembrar que o valor mínimo a se receber do seguro-desemprego corresponde a um salário mínimo.

Como saber o saldo do seguro-desemprego

Caso você queira saber o saldo do seguro-desemprego que tem a receber, a conta é feita da seguinte forma: basta ter como base a média dos três últimos salários, anteriores a demissão. Se o valor for abaixo de R$ 1.090,43 multiplica-se por 0.8 (80%). Já para aqueles que tiverem a média entre R$ 1.090,44 e R$ 1.817,56 deve-se multiplicar o valor por 0.5 (50%), enquanto que para aqueles que têm o salário médio superior a R$ 1.817,56 o valor do seguro desemprego será igual a R$ 1.235,91.

Já se você ganha por hora, por quinzena, por semana a conta é um pouco mais difícil. Os que ganham por hora devem dividir o salário-hora e multiplicar por 220 (total de horas trabalhadas em um mês). Para os que ganham por dia, o salário deve ser dividido por dia de trabalho (dias úteis) e multiplicado por 30. Os trabalhadores que recebem semanalmente dividem o salário por sete (uma semana) e depois multiplicam por 30. E para os que ganham por quinzena, basta dividir o salário por 15 e multiplicar por dois para obter o valor exato.

Obs: dados referentes a out/2013.

Seguro Desemprego

Este site tem carater meramente informativo, as informações foram retiradas dos sites do governo. Não temos nenhuma ligação com os departamentos públicos responsáveis pelo beneficio.