A tabela do seguro desemprego influencia no valor do benefício

Tabela Seguro Desemprego

A tabela do seguro-desemprego muda geralmente quando o valor do salário mínimo sofre mudança. Em 2013, a tabela ficou assim: os trabalhadores que tiverem o salário médio de até R$ 1.090,43 multiplica-se por 0.8 (80%); para aqueles que tiverem salário médio superior a R$ 1.090,44, mas inferior a R$ 1.817,56 multiplica-se por 0.5 (50%); e para as pessoas que tiverem salário médio superior a R$ 1.817,56 o valor da parcela será igual a R$ 1.235,91, invariavelmente.

Para você que não se lembra o que é o salário médio, veja essas dicas. Salário médio é igual a soma dos três últimos salários, anteriores à demissão. Assim, se o trabalhador recebeu três ou mais salários mensais, a apuração será feita com base na média dos salários dos últimos três meses. Porém, se você recebeu somente os dois últimos salários mensais, a média será feita em cima dos salários dos dois últimos meses. Mas se tiver recebido só um salário,  o valor deste será considerado, para fins de apuração, pelo Ministério do Trabalho. E se você, não trabalhou integralmente em qualquer dos últimos três meses, o salário médio será calculado com base no mês de trabalho completo.

Já para os trabalhadores que ganham por hora, por quinzena ou por semana a conta para saber o salário médio é feita da seguinte forma: os que ganham por hora, devem dividir o salário hora e multiplicar por 220. Para os que ganham por dia o salário deve ser dividido por dia e multiplicado por 30, enquanto que os trabalhadores cujo recebimento é semanal dividem o salário por sete dias e multiplicam por 30. E para os que ganham por quinzena divide-se o salário pela quinzena e multiplica-se por 2.

Para esses tipos de trabalhadores a tabela do seguro-desemprego também funciona da mesma forma, com os mesmos números.

Carteira de trabalho

Analisando a tabela, também se vê o quanto o valor real do dinheiro e do salário mínimo aumentou nos últimos anos. Por exemplo, em 2004 o valor máximo que uma pessoa poderia receber de benefício no seguro-desemprego era de R$ 449,04. Hoje o seguro-desemprego máximo é de R$ 1.235,91.

Porém, nas modalidades de trabalhadores domésticos, trabalhadores resgatados de condição semelhante à escravidão e pescador artesanal, por mais que tenham ganhado direito ao benefício nos últimos anos recebem relativamente pouco. Todos os trabalhadores dessas modalidades recebem R$ 678,00. 

Tabela para cálculo do benefício Seguro-Desemprego

Para fazer o cálculo do seguro-desemprego, calcula-se o valor do salário mínimo dos últimos três meses anteriores à dispensa, utilizando a seguinte fórmula:

Faixa de Salário Médio Valor da Parcela
Até R$ 1.090,43 Multiplica-se o salário médio por 0.8 (80%)

De R$ 1.090,44 até R$ 1.817,56

O que exceder a R$ 1.090,43 multiplica-se por 0.5 (50%) e soma-se a R$ 872,35
Acima de R$ 1.817,56 O valor da parcela será de R$ 1.235,91

Atualmente, o salário mínimo é de R$ 678,00.

Obs: Essa tabela entrou em vigor a partir do dia 11/01/2013. Últimos dados coletados em out/2013.

Seguro Desemprego

Este site tem carater meramente informativo, as informações foram retiradas dos sites do governo. Não temos nenhuma ligação com os departamentos públicos responsáveis pelo beneficio.